Se você ainda não conhece a prática de massagem tântrica, fique atento que vamos te ajudar a conhecer e a explorar essa modalidade, para ter relações sexuais muito mais prazerosas. Qualquer pessoa pode praticá-la, e você também pode ter seus benefícios.

O que é a massagem tântrica

A massagem tântrica faz parte do Tantra, uma filosofia indiana de mais de 5 mil anos, influenciada por diversas religiões, culturas e correntes filosóficas. O principal objetivo da massagem tântrica é usar o conceito do Tantra que tem um conceito amplo e que tem a capacidade de juntar o corpo com as emoções e com a espiritualidade na busca de uma vida mais prazerosa, mais produtiva e de mais contato real dos próprios sentimentos e do parceiro.

Benefícios da massagem tântrica

A prática da massagem, além do prazer, proporciona outros benefícios, como um maior conhecimento sobre o corpo, aumento da autoestima, um controle maior da ereção e maior autoconfiança durante as relações sexuais.

Especificamente, a massagem tântrica tem como objetivo provocar novas sensações, expandindo o entendimento da própria sensibilidade e sexualidade. Ajuda a superar traumas, bloqueios e paradigmas que uma pessoa possa ter, ligados à maneira como encara o sexo e o próprio corpo — inclusive traumas provocados por abusos sexuais.

A massagem tântrica tonifica os músculos genitais. Desse modo, aos homens torna-se possível manter uma ereção mais forte e duradoura, e tanto eles quanto as mulheres passam a ter orgasmos mais intensos, prolongados e, inclusive, orgasmos múltiplos e até sem ejaculação. É, portanto, uma importante ajuda para a saúde física e sexual do homem e da mulher e, consequentemente, do casal.

O prazer proporcionado por essa massagem vai muito além do físico, é uma movimentação de energia vital, é uma troca de energia e uma entrega. Assim, o relacionamento se torna muito mais conectado, mais íntimo e cúmplice, deixando o sexo muito mais gostoso e o prazer de um mais fácil de ser percebido pelo outro.

 Como fazer a massagem tântrica?

A massagem tântrica deve ser iniciada com a respiração, onde o casal fica sentado de frente um para o outro, bem juntinhos e com os rostos próximos, olho no olho, respirando lentamente e de forma relaxada, para relaxar o corpo e a musculatura, oxigenando o corpo, trazendo mais atenção e vitalidade, fazendo com o que o casal entre em sintonia, aumentando a intimidade, a proximidade e o contato real. Ficar na respiração o tempo que seja confortável para o casal. Em seguida iniciar a massagem que é realizada em todas as partes do corpo, da ponta do dedo do pé até o topo da cabeça.

A pessoa que recebe mantém a respiração profunda com foco nas sensações. Possui três tipos de toques: o primeiro com as pontas dos dedos, bem sutil, mal tocando a pele, percorrendo todo o corpo; o segundo com a palma da mão relaxando os dedos e toca a pele bem suave; e o último com a mão tocando a pele com um pouco mais de pressão, mas não é uma massagem, vai se colocar a mão e relaxar a mesma, é uma carícia com um pouco mais de soltura da mão. Quem recebeu vai identificar qual o tipo de que mais gosta e comunicar ao parceiro.

Às vezes, nas costas se gosta de um tipo de toque e na frente do corpo de outro, assim como em determinados dias você pode gostar mais de um tipo e em outro dia de outro toque, portanto, é sempre necessário que haja comunicação entre os parceiros sobre o toque que mais está gostando.

Inicialmente, o ideal é envolver o corpo todo. Depois, a prática deve ser focada em cada parte do corpo, especialmente as que mais interessam ao casal, buscando sempre explorar novas partes com mais intensidade e descobrir as novas sensações a partir da massagem nelas. Procure envolver todas as regiões: as laterais do corpo, nuca, pés, mãos, cos

Se o objetivo agora é na excitação, dê atenção principalmente nas zonas mais sensíveis e erógenas, como virilha, bumbum, lateral do corpo, coxas e orelhas, ora em movimentos intensos, ora em toques mais sutis e cadenciados.

Detalhes importantes durante a massagem:

Vá com tranquilidade, sem pressa, explorando com paciência cada parte do corpo.

Teste diferentes tipos de toques, inclusive com óleos, toques leves, sutis e mais profundos, que estimulem todas as terminações nervosas do corpo. Isso faz com que se reaprenda a ter sensibilidade no corpo inteiro, afinal, o nosso maior órgão é a pele, é ela que sente prazer e no corpo todo, não apenas em único local.

Busque a conexão do seu corpo com a do seu par, entregue-se, doe-se. A ideia é que ambos relaxem, se livrem da tensão dos músculos.

A respiração é um ponto muito importante, ou seja, o ideal é que o casal esteja respirando em sintonia. A respiração tanto do massagista quanto do massageado deve ser tranquila, controlada, pois os dois têm que sentir que estão na mesma sintonia, trocando energias positivas, agradáveis.

Procure usar também o poder da voz: estimule a audição do parceiro, e consequentemente seu relaxamento, excitação e prazer, com gemidos e sussurros.

 Pode-se usar óleos de massagem e cremes.

Sempre que oportuno, o casal, e não apenas um, deve ser massageado, pois os estímulos podem ser realizados tanto no corpo masculino quanto no feminino, sem restrições, sem barreiras.

Sinta-se livre para usar todo o seu corpo no corpo de seu par.

Precisa de locais e acessórios específicos para fazer a massagem tântrica?

Independentemente do lugar, que ele esteja agradável de ver e sentir, ou seja, bonito, confortável, aconchegante. Preferencialmente com pouca luz, use velas, flores, almofadas, incensos e perfumes suaves, enfim, torne o local do jeito de vocês.

A massagem tântrica é realizada no chão, então usem algo macio e confortável.

A escolha das músicas também é bem importante: que sejam tranquilas, relaxantes, suaves e sensuais.

Para botar a mão na massa, utilize produtos que realmente proporcionem uma boa pegada e movimentos fluidos pelo corpo do seu par. Utilize velas aromáticas, óleos e géis corporais, sempre considerando os gostos do casal.

Aprofunde seus conhecimentos em massagem tântrica

A filosofia e os benefícios do Tantra vão muito além da massagem tântrica. Portanto, para conhecer mais, é necessário ter uma vivência mais completa, recebendo, praticando. E isso é mais possível em centros onde são ministrados treinamentos para casais, com técnicas de massagens, meditações e demais rituais tântricos. O objetivo maior é aproximar muito mais o casal.

Nesses centros também são ensinadas técnicas para quem deseja atuar profissionalmente com massagem, rituais e técnicas relacionados à terapia tântrica.

Também há diversos livros, sites, vídeos e endereços na internet onde se pode saber mais sobre a filosofia, a teoria e a prática do Tantra.

Assim, você ficará sabendo muito além dos movimentos da massagem tântrica.

Ponham em prática

É bom lembrar que a massagem tântrica não necessariamente envolve o sexo propriamente, o que não impede que ocorram orgasmos para ambos os parceiros. E eles podem acontecer mesmo sem penetração. Mas se houver a vontade de penetrar, entreguem-se.

O que mais diferencia o sexo comum do sexo tântrico é como se busca o prazer. Em geral, no comum, os casais focam no prazer da relação. Já no tântrico, a relação é mais profunda, mais demorada, focada no conhecimento de seu próprio corpo e no corpo do parceiro.

Independentemente do tipo de sexo que você e seu par pratiquem, busquem sempre aliviar a tensão comum no começo da relação sexual, e para isso uma massagem relaxante pode ser ideal. É uma ótima forma de exercitar e aumentar as preliminares, para que a transa e o ápice sejam os melhores possíveis. Muito prazer!